Suas aplicações são seguras?

Conheça a Conviso!

Pesquisa é coisa séria na Conviso!

 Para 2013, objetivando o desenvolvimento de soluções cada vez mais efetivas e inovadoras, decidimos formalizar a criação da nossa área interna com foco em pesquisa aplicada (Conviso Code Fighters).

O que esperar de uma empresa que investe seriamente em Pesquisa e Desenvolvimento?

Para responder essa pergunta vamos refletir um pouco a respeito da definição clássica do termo “pesquisa”:

 

Pesquisa é o processo sistemático de produção de conhecimento” (Aristóteles)

A palavra pesquisa está diretamente relacionada com a criação de novo conhecimento a respeito de um determinado objeto de estudo de forma sistemática. Por exemplo, no caso da produção de ciência (compreensão da natureza), em geral, é aplicado o método científico Aristotélico. É comum encontramos na literatura associações entre termos como pesquisa e produção científica. No entanto, uma das premissas para produção de ciência é que esta seja de domínio público, aberta para que seja avaliada (aprovada ou contestada) por qualquer pessoa que se julgue apta a tal tarefa. Fazer ciência é uma das funções da academia, porém tal processo criativo não se restringe apenas a essa, qualquer entidade que realize pesquisa pode gerar como resultado ciência. Por motivos óbvios, nem toda empresa que faz pesquisa produz ciência (na verdade, a grande maioria, nem pesquisa no sentido acima descrito faz).

Na minha opinião, além dos objetivos relacionados a retorno financeiro uma empresa deve contribuir diretamente para a área a qual faz parte (fazer ciência). Acredito que em linhas gerais essa postura oferece um retorno qualitativo (e financeiro) à médio prazo para tecnologia interna e produtos de uma empresa. Em linha com esse pensamento, tentaremos encontrar o equilíbrio entre interesses internos e o desenvolvimento da área a qual estamos associados. Com isso, grande parte do que for produzido será publicado através dos nossos blogs [1][2] e da nossa página  principal [3]. Sintam-se à vontade para opinar, criticar ou sugerir melhorias a respeito do material compartilhado.

Go Conviso!

[1] http://code.conviso.com.br/
[2] http://blog.conviso.com.br/
[3] https://www.conviso.com.br/pesquisa.php

 

 

Originalmente postado no Blog da Conviso Application Security – Siga-nos no Twitter @conviso Google+

Tags

Um comentário

  • Olá Polaris, em primeiro lugar obrigado pelo seu questionamento, esse tipo de participação enriquece o conteúdo do nosso blog. Bom, o objetivo direto da pesquisa não é geração de produtos ou tecnologias, mas sim produção de um novo conhecimento em uma determinada área. Esse novo conhecimento, por sua vez, deve ser aplicado a geração de novas tecnologias e por fim produtos. Cabe a empresa que patrocina a pesquisa melhor dominar o novo conhecimento e extrair mais e melhores resultados desse. É comum uma empresa prossuir uma taxa de turnover. Eventualmente um funcionário que realiza pesquisa vai sair da empresa por "n" motivos, e sim, ele leva consigo a experiencia adquirida durante o processo de realização da pesquisa. O que fica como retorno ao investimento aplicado em pesquisa é o novo conhecimento criado disponibilizado em primeira mão para todos os funcionários que ficam, artefatos (tecnologias e produtos) produzidos e vantagem em relação a time to market.

Deixe um comentário

topo
%d blogueiros gostam disto: