Suas aplicações são seguras?

Conheça a Conviso!

DevOps: o que ele está mudando na segurança das aplicações

A segurança no desenvolvimento vem sendo uma preocupação constante entre os profissionais de TI, os quais buscam soluções inovadoras para garantir o sucesso de softwares, otimizando tempo e recursos na contratação de equipes especializadas em segurança da informação para detectar possíveis falhas no desenvolvimento. A solução para esta preocupação já está no mercado e promete muitos benefícios tanto para os profissionais de TI quanto para os clientes finais dos softwares, e ela se chama DevOps.

Nascido de um manifesto, indo no mesmo caminho que outras tecnologias ágeis, o DevOps permite integrar recursos e equipes para produzir softwares com mais rapidez, qualidade e segurança. Automatizando processos, ele faz com que a segurança deixe de ser um ponto isolado e passe a permear todo o desenvolvimento do software, oferecendo algumas transformações interessantes para os profissionais de TI que estão em constante busca por maior agilidade nas entregas.

Mais segurança no código

Ao adotar as práticas de DevOps no desenvolvimento de softwares, a equipe tem a garantia de que o código estará mais seguro, já que serão feitos testes ao longo de todo o desenvolvimento, não apenas quando a solução estiver pronta. Esta medida é imprescindível para que se tenha períodos de teste e adaptação menores, entregando o produto finalizado em muito menos tempo.

Correções ao longo do processo

Costumeiramente, as correções de códigos acontecem ao final do desenvolvimento do software, contratando-se empresas terceirizadas para fazerem testes de segurança e detecção de possíveis falhas de programação. Adotando o DevOps, esses testes começam a ser realizados desde o início, permitindo que os erros sejam corrigidos ao longo do caminho, antes da implantação do software, o que garante maior qualidade no produto.

Automação

As longas horas de trabalho da equipe de TI podem ser poupadas com a automatização de diferentes tipos, inclusive de alguns testes de segurança como vimos no post  DevOps e a estratégia de segurança de aplicações publicado aqui no blog. Ou seja, as equipes especializadas em segurança da informação deixam de ser uma exigência apenas no final para integrarem-se ao processo de desenvolvimento desde o início. Com a eficácia do sistema testada desde a sua criação, é possível construir softwares mais robustos e preparados para enfrentar os mais diversos tipos de ataque.

Prevenção

Quanto mais cedo se insere a segurança no processo de desenvolvimento de um software, menores são as chances de um software ser comprometido, o que torna o trabalho da equipe de TI mais ágil e eficiente. Testando o ambiente de produção, é possível tomar precauções não previstas sem esse tipo de controle, melhorando o desempenho e performance da equipe de TI.

A adoção do DevOps ainda é incipiente, mas traz grandes promessas para o setor de TI, em especial para segurança da aplicação. Além disso, a automatização de processos permite um desenvolvimento de software mais ágil, contribuindo para que as empresas tenham maior vantagem competitiva e atendam a demandas cada vez mais urgentes em menos tempo, reduzindo custos e aumentando a produtividade.

E você, já utiliza o DevOps? O que acha da metodologia? Compartilhe suas impressões conosco através dos comentários!

Originalmente postado no Blog da Conviso Application Security – Siga-nos no Twitter @conviso Google+

Tags

Deixe um comentário

topo
%d blogueiros gostam disto: