Suas aplicações são seguras?

Conheça a Conviso!

Afinal, quem deve se preocupar com a segurança de dados da empresa?

Ao mesmo tempo em que facilita os mais diversos processos de uma empresa e permite buscar soluções para problemas centrais, a tecnologia também ampliou os riscos aos quais uma empresa está submetida. Essa dualidade expõe um dado alarmante: mais da metade das empresas brasileiras já tiveram seus dados roubados por algum tipo de invasão. 

A segurança de dados da empresa é um tema que tem entrado cada vez mais na pauta dos gestores, temerosos de que a informação produzida por meio do contato de seus clientes, funcionários e colaboradores caia em mãos erradas. Prova disso é que a Pesquisa Global de Segurança da Informação apontou que o investimento das empresas saltou 51% em 2014, em relação ao ano anterior.

No texto de hoje vamos mostrar que esse é um problema que deve unir todas as equipes e áreas de uma empresa e não ficar restrita somente aos programadores. Confira!

Segurança de dados da empresa: por que envolver todos os setores

Se você já foi vítima de algum tipo de ataque cibernético, sabe o prejuízo que isso pode causar. No aspecto financeiro, um ataque que tira do ar um site que sobrevive do e-commerce causa prejuízos financeiros irreparáveis, afeta o setor comercial e de vendas e, no fim do mês, gera um rombo no caixa. 

Um quarto dos ataques tem como objetivo o roubo de dados internos, o que pode afetar desde o departamento de pessoal — com a exposição das informações pessoais dos funcionários — até o marketing e relacionamento, caso os clientes também sejam alvos. 

Seja como for, o prejuízo causado por roubo de dados e outros ataques que prejudiquem a segurança de dados da empresa é generalizado, já que afeta a vida da empresa e, de modo geral, direta ou indiretamente, todos os setores da organização.

Maneiras de compartilhar as responsabilidades

À medida em que os ataques aos dados das empresas se tornaram mais disseminados, os gestores deixaram de tratar esse problema como algo de responsabilidade do setor de TI e começaram a investir em políticas de segurança de dados.

Selecionamos 3 dicas que podem ser aplicadas a todos os funcionários e, dessa forma, ajudar a restringir os problemas institucionais causados por algum tipo de ataque. 

1. Capacite seus funcionários

Monte um treinamento junto à equipe de TI para mostrar o que são os problemas causados por ataques cibernéticos e como eles podem afetar cada setor da empresa. Estabeleça algumas normas para que cada funcionário possa saber o que fazer em alguma situação específica. 

2. Restrinja o uso de dispositivos removíveis

Uma porta de entrada para malwares costuma ser um pendrive com algum arquivo corrompido. Restringir o uso desses equipamentos pode significar, também, fechar uma porta de entrada desse tipo de ataque que visa obter ilegalmente dados importantes da empresa. 

3. Estabeleça uma política de segurança institucional

Esse é um ponto que, embora seja mais demorado, já que a elaboração de um documento desses demanda tempo, é fundamental. Questione os hábitos de seus funcionários, calcule os prejuízos que poderiam ser causados por um vazamento de dados e registre tudo. 

A importância de investir em soluções de segurança de dados

Conforme a evolução dos dispositivos, equipamentos e tecnologias, os ataques também ficam mais sofisticados. Dependendo do tamanho da sua empresa, a equipe de TI simplesmente não dá conta de fazer seu trabalho diário e ainda ter de apagar incêndios provocados por problemas relacionados a vazamentos de dados. 

Uma solução que tem sido cada vez mais adotada é a contratação de consultoria externa para a segurança de dados da empresa, o que tem algumas vantagens:

  • busca por uma solução personalizada;
  • serviços de consultoria;
  • economia de recursos;
  • realização de testes e melhorias nos softwares utilizados pela empresa;
  • Apoio de experts no tema segurança da informação. 

O principal é entender que os recursos aplicados em segurança de dados da empresa são investimentos, já que evitam prejuízos muito maiores, que podem ser financeiros ou mesmo estratégicos para a organização.

Você já teve algum problema desses na sua empresa? Deixe o seu comentário!

Deixe um comentário

topo
%d blogueiros gostam disto: