Suas aplicações são seguras?

Conheça a Conviso!

4 ações para monitorar a segurança das suas aplicações

Monitorar a vulnerabilidade dos softwares e sistemas usados em uma empresa é uma medida indispensável para reduzir os riscos associados à segurança da informação. Quando bem implementado, esse processo pode trazer grande retorno, não somente para a segurança dos dados da empresa, mas também para a disponibilidade de ferramentas cruciais para a operação do negócio.
Você não quer correr riscos, não é mesmo? Então conheça agora 4 ações que devem ser adotadas para que sua empresa alcance a excelência no monitoramento das suas aplicações:

Monitore continuamente

Não é raro as empresas fazerem varreduras para identificar vulnerabilidades em seu sistema de forma segmentada entre os dispositivos e pontos da rede e somente em intervalos de um ano. Isso traz várias limitações para as iniciativas de segurança e não condizem com a atual dinâmica da web. Hoje, já existem no mercado soluções para a detecção dessas vulnerabilidades por meio de regras que reúnem e analisam as informações de forma mais contínua e abrangente, não deixando um hiato tão grande entre uma varredura e outra.

Estabeleça um filtro

Por mais que a empresa já conte com um monitoramento contínuo das vulnerabilidades nos softwares, ainda é preciso ir além, melhorando o desempenho de sua análise. Essa etapa é fundamental para que a empresa estabeleça um filtro que a ajude a manter o foco nos riscos mais críticos em um momento inicial, podendo solucioná-los rapidamente para evitar possíveis ataques.

Quando automatizado, esse tipo de análise pode ajudar a encontrar vulnerabilidades em sistemas específicos ou exposições mais abrangentes, permitindo a tomada de medidas corretivas em massa ou de forma pontual com o uso de patches, proteções e reconfigurações de rede e/ou sistemas operacionais.

Priorize com rigor

Atualmente, as empresas dos mais diferentes portes e segmentos sofrem com a escassez de recursos para seus departamentos de TI. Em função disso, não podem desperdiçá-los aleatória e displicentemente. Nesse cenário, outra ação para melhorar o monitoramento das vulnerabilidades é priorizá-las de acordo com sua relevância para o negócio e não somente com base em classificações automáticas.

Primeiramente, avalie se a vulnerabilidade é uma ameaça real para algum sistema crítico da organização. Em seguida, avalie o que poderia acontecer caso a vulnerabilidade fosse efetivamente explorada durante um ataque. Quando sua empresa possui uma lista das vulnerabilidades mais críticas, ela já pode priorizar aquelas mais fáceis de remediar, por exemplo. Isso garante mais proteção em um menor tempo, suficiente para que a equipe possa direcionar sua atenção para as soluções mais trabalhosas.

Para priorizar com sucesso, sua empresa também pode se beneficiar da utilização de ferramentas para gestão de vulnerabilidades, que ajudam a compreender como um usuário mal-intencionado pode comprometer o sistema e a rede como um todo, e não somente em um ponto isolado.

Remedie as questões críticas

Com uma lista das vulnerabilidades mais críticas em mãos, fica bem mais fácil para a empresa tomar as devidas decisões corretivas. Para isso, pode ser necessário o uso de patches, reconfigurações da rede, mudanças no controle de acesso, firewalls de aplicação e outras ferramentas.

Ao adotar essas ações, sua empresa já começa a trilhar o caminho para tornar seu monitoramento mais eficaz. No entanto, para alcançar a verdadeira excelência sem precisar gastar muito tempo e esforço, é interessante avaliar a adoção de ferramentas e recursos de segurança para suportar todo o processo de análise e priorização de informações de vulnerabilidades com os níveis adequados de automação.

E então, pronto para combater possíveis ataques? Que medidas sua equipe tem tomado para monitorar as vulnerabilidades de seus softwares? Conte para nós suas experiências e vamos trocar informações!

Originalmente postado no Blog da Conviso Application Security – Siga-nos no Twitter @conviso Google+

Tags

Deixe um comentário

topo
%d blogueiros gostam disto: